Você já ouviu falar em diabetes tipo 2? Conhece alguém que tem a doença? Sabe quais são as causas e como é possível evitá-la? Foi exatamente para responder todas essas perguntas que este artigo foi criado. Afinal de contas, o diabetes tipo 2 é muito comum. Chega até mesmo a corresponder a cerca de 90% de todos os casos de diabetes.

Bastante coisa, não é mesmo? Também conhecido como diabetes do adulto ou diabetes não insulinodependente, o diabetes tipo 2 atinge, principalmente, pessoas obesas e que não possuem uma alimentação adequada. Antigamente era mais comum que esse tipo de diabetes estivesse presente nas pessoas mais velhas, acima de 40 anos, no entanto nos dias de hoje, infelizmente, já é comum que muitos jovens também adquiram a doença.

Isso acontece, em grande parte, por conta da alimentação nada saudável, da falta de atividades físicas e do estresse e da correria do dia a dia. Quer entender mais sobre esse assunto? Então continue a leitura e saiba tudo sobre diabetes tipo 2!

Mas, afinal, o que é o diabetes tipo 2?

Ao contrário do diabetes tipo 1, no diabetes tipo 2 ainda é possível encontrar insulina no corpo do paciente. A grande diferença é que sua ação acaba sendo cada vez mais dificultada por conta do peso e da alimentação inadequada. Em outras palavras, quem sofre de diabetes tipo 2 possui resistência insulínica, a qual é uma das principais causas da hiperglicemia.

Como você está observando, um problema influencia diretamente vários outros. Por isso é importante estar atento. Além disso, outra questão do diabetes tipo 2 é que ele é uma doença, na maioria das vezes, silenciosa. Sendo assim, o paciente acaba sem um diagnóstico correto por muito tempo. E, sem o diagnóstico, não é possível fazer o tratamento também, causando inúmeras complicações, principalmente no cérebro e no coração.

Por volta de 350 milhões de pessoas no mundo todo possuem diabetes tipo 2 e esse número só tende a aumentar com o passar do tempo. Para se ter uma ideia, apenas nos últimos 30 anos o número de pessoas com diabetes tipo 2 teve um aumento de mais de 100%!

Dessa forma, este artigo é realmente muito importante para que você saiba tudo sobre o diabetes tipo 2 e consiga evitá-lo ou tratá-lo da melhor forma possível. Além da obesidade, a qual já foi apontada como um fator de risco da doença, o acúmulo de gorduras abdominais também aumenta as chances do diabetes tipo 2.

Veja a seguir os dois principais problemas causados no corpo de quem possui a doença:

  • Resistência à insulina: a insulina produzida pelo corpo diminui e passa a não funcionar mais da forma adequada. Dessa forma, os tecidos do corpo não conseguem mais reconhecer que existe ainda insulina e não permitem que o açúcar do sangue chegue até as células;
  • O pâncreas não consegue mais produzir a quantidade certa de insulina capaz de controlar os níveis de glicose.

A boa notícia é que o diabetes tipo 2 é uma doença que dá para ser evitada, desde que você tome alguns cuidados. Para isso, é fundamental saber quais são as principais causas da doença, certo? Então veja mais sobre isso ao longo do artigo.


Tudo o que você precisa saber sobre diabetes tipo 2 1

Principais sintomas do diabetes tipo 2

Antes de realmente entender as causas desse tipo de diabetes, é necessário ter em mente quais são seus principais sintomas. Apenas não se esqueça de que pode ser que uma pessoa tenha diabetes tipo 2 e não apresente nenhum dos sintomas que serão mencionados aqui. Por isso, é importante estar sempre atento.

Confira os sintomas do diabetes tipo 2:

  • Vontade de fazer xixi toda hora;
  • Ficar com sede frequentemente.

Lembrando que esses são os sintomas que algumas pessoas que possuem a doença podem sentir, mas a maioria delas não sente nenhum. Depois de um tempo, se não for feito o tratamento do diabetes tipo 2, é possível que outros problemas venham a acontecer, tais como:

  • Cegueira ou problemas na visão;
  • Perda de sensibilidade ou dor nas mãos e nos pés;
  • Infarto;
  • Insuficiência renal.

Sendo assim, é realmente fundamental tratar a doença da forma adequada ou até mesmo evitá-la por meio de uma alimentação saudável e de exercícios físicos. É claro que para isso o diagnóstico também precisa ser feito.

O que causa o diabetes tipo 2?

Esse assunto até já foi um pouco abordado neste artigo, mas nunca é demais frisar quais são as causas do diabetes tipo 2. Infelizmente, muitas pessoas ainda não conhecem essas causas, por isso essa doença acaba sendo bastante comum atualmente.

Em primeiro lugar, você precisa entender que o diabetes tipo 2 pode acontecer por diferentes razões. O grande problema é que alguns dos motivos ainda nem são reconhecidos, mesmo para profissionais da área. Afinal, é um pouco complicado entender e explicar realmente o motivo pelo qual o pâncreas passa a produzir cada vez menos insulina e essa insulina começa a funcionar diferente no organismo de quem tem diabetes tipo 2.

Dessa maneira, esse tipo de diabetes envolve diversas interações mais complexas, as quais levam em conta tanto fatores genéticos quanto ambientais. Como já abordado antes, na maioria das vezes se presume que essa doença acaba se desenvolvendo no momento em que uma pessoa começa a ter um estilo de vida propício para o diabetes tipo 2. Ou seja, ingere muitas calorias nas refeições, não pratica atividades físicas, fuma constantemente e é obeso.

Pode-se dizer que a grande maioria dos pacientes de diabetes tipo 2 é obesa ou possui sobrepeso. No entanto, vale ressaltar que nem toda pessoa obesa tem diabetes e vice-versa. Isso é capaz de mostrar que realmente existem mais de uma causa para o diabetes tipo 2.

Fatores de risco para a doença

Mesmo que ainda não se saiba exatamente quais são todas as causas do diabetes tipo 2, uma coisa é certa: seus fatores de risco. Confira abaixo quais são os principais entre eles:

1. Genética

Sim, pessoas que têm parentes com diabetes tipo 2 possuem um risco maior de adquirir a doença ao longo da vida. Sendo assim, se você, por exemplo, tem um parente, de preferência de primeiro grau, que tem ou já teve esse tipo de diabetes, é fundamental tomar muito cuidado com a obesidade.

Afinal, querendo ou não as chances de você também ter a doença futuramente se não se cuidar são grandes.

2. Origem étnica

Por mais estranho que pareça, o diabetes tipo 2 pode variar segundo a etnia de cada pessoa. Ainda não se sabe ao certo os motivos disso, mas as pessoas mais propensas à doença, em ordem crescente, são: brancos, negros, hispânicos e asiáticos.

3. Excesso de peso

Com certeza você já percebeu que a obesidade está sendo bastante falada, não é mesmo? E pode ter certeza de que isso não é à toa. Esse é um dos maiores fatores de risco para a doença. Para se ter uma ideia, as chances de ter diabetes tipo 2 aumentam bastante nas pessoas que possuem um IMC mais alto do que 25.

Além disso, é comum que alguns pacientes se livrem do diabetes apenas perdendo peso, você sabia disso? Por isso o excesso de peso deve realmente ser evitado.

4. Pessoas mais velhas

Outro fator de risco para o diabetes tipo 2 é a idade das pessoas. Ou seja, quem possui mais de 45 anos, por exemplo, tem mais chances de apresentar a doença. Um dos principais motivos é a diminuição da massa muscular e o aumento da gordura, os quais acontecem simultaneamente ao envelhecimento.

No entanto, é preciso ter cuidados. Hoje em dia é cada vez mais comuns a presença desse tipo de diabetes em jovens também.

5. Tabagismo

Além de causar inúmeros outros problemas, fumar também aumenta as chances de ter diabetes tipo 2. O tempo que a pessoa fuma e o número de cigarros influencia diretamente nessa questão. O risco é tão grande que é preciso cerca de 5 anos sem fumar para realmente conseguir diminuir o risco de ter diabetes tipo 2.

6. Falta de atividades físicas

Por fim, mas não menos importante, o sedentarismo também influencia e muito na doença. Isso porque a falta de exercícios físicos acaba contribuindo para o ganho de peso – que é um dos principais fatores de risco do diabetes tipo 2. Dessa forma, praticar algum tipo de atividade física regularmente é muito importante para conseguir ao máximo evitar o diabetes tipo 2.

É claro que existem ainda outros fatores que contribuem com o aparecimento e o desenvolvimento do diabetes tipo 2, mas esses são os principais. Por isso, esteja sempre atento e evite ao máximo todos esses fatores e mantenha um hábito de vida o mais saudável possível.

Conclusão

Sendo assim, existem muitas coisas por trás do diabetes tipo 2, não é mesmo? Como você observou ao longo do artigo, é realmente essencial se cuidar e ficar longe dos principais fatores de risco. Não se esqueça de que apenas perder um pouco de peso já pode ajudar e muito no controle da doença. Mude seus hábitos de vida o quanto antes!

Assista este vídeo sobre os principais sintomas da diabetes:


Tudo o que você precisa saber sobre diabetes tipo 2 1

Deixe a sua avaliação